Conecte a nossas redes:
conecte a nossas redes:

Superando a dor da perda

Descrição:

Será que existe nessa vida uma dor pior do que a dor da perda? Não sei dizer. Só sei que essa dor, como se algo ou alguém nos fosse arrancado é uma das que causa mais sofrimento e enriquecimento para os fabricantes de calmantes e ansiolíticos. Chega a muitas vezes a ser pior do que uma dor física. Pode durar algumas semanas ou até anos. Por causa desse tipo de dor, bloqueios são criados em nossas vidas. Bloqueios que muitas vezes nem nos damos conta. Bloqueios que mudam o curso de nossos objetivos, anseios e sonhos. A dor de ver a pessoa que acreditávamos que ficaria ao nosso lado para sempre ou que nos jurou amor eterno, ir de repente embora é demais! A angústia, o medo, a insegurança, a amargura toma conta de nosso ser e passamos a acreditar que nunca mais iremos nos recuperar. E será que voltaremos a ser quem éramos? Provavelmente não! Seremos outras. Seremos melhores. Seremos mais lúcidas, mais desapegadas e mais donas de nossos espíritos por completo. Mas tem jeito de parar essa dor? Claro que tem! Mas eu não posso fazer o trabalho por você. O consentimento é seu. A vontade de acabar com esse estado de espírito e mudar devem ser seu, único e exclusivamente e de mais ninguém. Eu sei que você não aguenta mais se sentir assim. E a infelicidade não tem que ser uma máxima em sua vida. Talvez hoje você não consiga enxergar que sua existência não seja só aquela “coisa” que você chama de “homem da sua vida”. Talvez você ainda acredite que sem aquele “pseudo-homem” sua vida jamais será a mesma, que a alegria de viver e sentir não a visitarão mais ou ainda que você é uma desgraçada que merece ficar sozinha pela eternidade. Mas lá no fundo você sabe perfeitamente que isso é mentira. Só de vivenciar por poucos momentos pensamentos desse tipo, para que sintas lá no fundo do seu ser que seu corpo reage como que expulsando tais sentimentos. Você só precisa ter coragem de reagir, de fazer algo por você, de se colocar em pé novamente, de olhar para frente e seguir adiante. Dói? E como! Afinal queríamos aquela pessoa, do jeito que sonhamos. Não queremos enxergar quem ela realmente é. Queremos o que idealizamos. Queremos o que criamos em nossas cabeças. Queremos a cena do filme. Queremos que aquele homem meio tonto, meio fraco, meio Peter Pan, meio reco-reco meio cuíca, se transforme em Brad Pitt na pele de Aquiles em Tróia. Mas ele não vai! Ele é quem ele é! Ele é o que é, de acordo com os valores e pensamentos que ele considera e o que ele acredita ser certo para si próprio. Se deu certo? Se vocês deram certo? Claro que deram! Por seis meses, por um ano, por três anos, por dez, por trinta anos. Que seja! A vida é feita de fases e querendo ou não em algum momento vamos “bater bolsa” em outro lugar, em outro planeta, em outras moradas, desenvolvendo outras coisas, traçando outros “anjos” minha filha! Ele foi apenas mais um que passou em sua existência aqui nesse “Orbe Azul”. Então pra que lamentar tanto? Pra que sofrer tanto por algo que um dia mais cedo ou mais tarde tende a finalizar. Amor eterno? Ficou maluca?! (risos). Já pensou você aguentando a mesma coisa pela eternidade? Isso é castigo! Não! De jeito nenhum! Quando estiver em Marte, quero traçar os marcianos e quando estiver em Vênus, os venusianos. Os terráqueos eu deixo por aqui mesmo. Apesar da minha brincadeira com o sofrimento que sei que é doído, esse áudio acima de tudo trata da cura dessa dor. Trata de uma forma de superar o que não faz mais serventia dentro de você. O que você precisa de fato deixar ir embora para que novas experiências, em outras palavras, outros “pintos”, possam fazer parte de sua realidade.

Palestra em audio

Características: Palestra contendo um Áudio de uma hora e treze minutos  a ser acessado em ambiente individual com login e senha. Envio da senha em 24 horas após compensação do pagamento. Produto em formato mp3 registrado no ISBN e Biblioteca Nacional. Qualquer cópia ou reprodução, total ou parcial será considerado crime.

Formas de Pagamento: Boleto bancário, Cartões de Crédito, Transferência Bancária, Pagseguro

Investimento